domingo, 14 de agosto de 2011

Novos passos

Tem gente que tem mania de ir empurrando coisas, situações, de ir deixando pra depois. De  não encarar as mudanças. As gavetas nem fecham direito de tantas roupas, que não usa, nem cabe mais. Tamanho 36 quando o  manequim é 40, roupa que usou no aniversário de 15 anos, há anos, permanecem guardadinhas lá. Tudo  para não aceitar que o tempo passa e os  números mudam, as estações mudam, as pessoas mudam e você não pode continuar parada no mesmo lugar. Porque, mais cedo o mais tarde, chega o dia que as portas do guarda-roupa também não fecham, você vai passando e dá de cara com  aquela porta de madeira. Tarde demais. Depois de ter que andar com um band-aid bem no meio do nariz, a gente aprende. A ficha cai, e você percebe o quanto estava andando distraída. Que não dá mais, não dá mais pra ser do mesmo jeito, não dá mais pra usar aquela mesma lente vencida que torna a imagem da vida torta.  Não dá pra continuar dançando sempre a mesma música. Você tem de aprender novos passos. Quando se anda em  círculos, só se consegue chegar ao mesmo lugar. Existem outras direções. E a vida é bem mais, oferece bem mais. As paredes precisam dar lugares a janelas. O guarda-roupa precisa ser arrumado. Não adianta nada ficar esperando o dia que aquelas roupas irão entrar, esse dia não vai chegar, você precisa se desfazer delas. Desapego é necessário. Porque todo mundo cresce, e não cresce só no tamanho. Cresce por dentro, quando amadurece. E amadurecer tem a ver com mudanças, com encarar as mudanças.


[Léia Mara]

3 comentários:

  1. Não é preciso dizer mais nada.
    Palavras sempre perfeitas.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, querida!
    volte sempre!
    :*

    ResponderExcluir
  3. Adorei seu blog parabéns!
    Estou seguindo, me segue também ?
    Sempre que comentar lá no meu blog, eu venho comentar aqui :)

    http://www.diferreroforever.blogspot.com/

    ResponderExcluir